domingo, 31 de julho de 2016

Veiga para que te quero Veiga


Depois de um longo lapso, ocasionado por problemas familiares devidamente esclarecidos, está disponível o episódio 62 do podcast Ghost Writer, apresentado por Ricardo Herdi e Raphael Modena, desta vez destacando o trabalho do fantasista goiano José J. Veiga.
O episódio, que tem 1 hora e 55 minutos de duração, conta com as participações do escritor Santiago Santos (autor do saite Flash Fiction) e de Cesar Silva. Os debatedores falam sobre a vida e a obra do autor, com comentários detalhados sobre diversos de seus livros, vários deles resenhados ao vivo.
O programa pode ser ouvido online aqui e também baixado em arquivo mp3. Episódios anteriores também estão disponíveis.


QI 139

Está circulando o número 139 do fanzine Quadrinhos Independentes-QI, editado por Edgard Guimarães, dedicado ao estudo dos quadrinhos, destacando a produção independente e os fanzines brasileiros.
A edição tem 32 páginas e traz a continuação do depoimento de José Ruy sobre o periódico português O Papagaio, artigo do editor sobre a trajetória editorial de Batman no Brasil, transcrição de um artigo de 1978 sobre o quadrinhista Daniel Azulai, quadrinhos de Luiz Claudio Lopes Faria, Chagas Lima e do próprio editor, e as seções "Fórum", "Mantendo contato" e o catálogo "Edições independentes" com os lançamentos do bimestre. A capa tem uma ilustração do editor, com cores aplicadas à mão.
Junto ao QI, os assinantes receberam também um fascículo de 12 páginas, primeiro número da coleção Artigos sobre Histórias em Quadrinhos, dedicado aos "Cow-boys de antigamente", assinado por Carlos Gonçalves.
O QI é distribuído exclusivamente por assinaturas, mas uma versão digital pode ser encontrada no saite da editora Marca de Fantasia. Mais informações com o editor pelo email edgard@ita.br.

Arlequim Especial

Depois de dois anos de publicação exclusivamente virtual, está circulando uma nova edição real de Arlequim, de Roberto de Hollanda, fanzine de quadrinhos que conta a história de Emília, releitura da famosa personagem de Monteiro Lobato que, nesta versão, é a atual encarregada pela "Commedia dell'Arte", o universo dos personagens dos livros.
Trata-se de uma edição especial, sem numeração, no qual a Arlequim encontra com Castelo e seu nêmesis, o homem de luneta. A história pode parecer enigmática para os novos leitores, então é recomendável vistar o blogue do autor e acessar as edições anteriores para contextualizar melhor as coisas que acontecem neste episódio. As últimas disponíveis são 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30 e 31.
Arlequim é uma das mais criativas e ousadas histórias em quadrinhos alternativas brasileiras, em publicação desde 1997. Os primeiros números já estão esgotados, mas ainda podem ser obtidos diretamente com o autor em edições encadernadas.

Estranha Bahia

Uma das mais produtivas formas de promover o exercício da ficção fantástica no Brasil tem sido a publicação de antologias temáticas. Nos últimos dez anos, essa prática tem sido explorada das mais inusitadas formas.
Em geral, os organizadores definem um tema, divulgam nas redes sociais e esperam que os autores submetam seus escritos. Predominantemente, essas antologias são formadas por textos inéditos, muitas vezes de autores que nunca publicaram antes, por isso acumulam o papel de reveladoras de talentos.
Estranha Bahia é mais uma dessas ideias interessantes, que propõe a reunião de contos de fantasia, terror e ficção científica que tenham o estado da Bahia como cenário obrigatório.
Organizada por Alec Silva, Ricardo Santos e Rochett Tavares, a antologia traz trabalhos de Ricardo Santos, Isabelle Neves, Evelyn Postali, Tarcísio José da Silva, Alexandre Cthulhu, Cristiane Schwinden e Rochett Tavares.
A edição, que tem 202 páginas e traz na capa uma ilustração de Nanuka Andrade, foi produzida com recursos de financiamento coletivo e publicada em formato real pela soteropolitana Editora Ex!, mas também pode ser obtida na Amazon em formato digital.
Mais informações no blogue da antologia, aqui.

domingo, 3 de julho de 2016

Juvenatrix 178

Está disponível o número 178 do fanzine eletrônico de horror e ficção científica Juvenatrix, editado por Renato Rosatti.
A edição tem 13 páginas e traz um poema de Douglas da Silva Mesquita, um conto de Rosatti, um longo e detalhado artigo sobre as múltiplas versões filmadas do clássico Guerra dos mundos, de H. G. Wells, assinado pelo editor, além de divulgação de fanzines, livros, filmes e bandas independentes de rock extremo. A capa traz uma ilustração de Angelo Junior.
Para obter uma cópia, basta solicitar pelo email renatorosatti@yahoo.com.br.

Conexão Literatura 13

Está disponível o número 13 da revista eletrônica Conexão Literatura, editada por Ademir Pascale pela Fábrica de Ebooks.
A edição de 44 páginas comemora seu primeiro ano de publicação, destacando o trabalho de Felipe Oliveira e Eduardo Camargo, criadores e editores do saite Diva Depressão. Também são entrevistados nesta edição os escritores Diego Risan, Alexandre de Castro Gomes e Luiz Neves de Castro. Amanda Leonardi e Dione Souto Rosa assinam artigos, e Misa Ferreira, uma crônica. Nas ficções, textos de Luiz Neves de Castro, Míriam Santiago, Ricardo de Lohem e Diego Risan, este escolhido pelo editor como vencedor do concurso "O melhor conto sobre zumbis", proposto na edição anterior.
A revista é gratuita e pode ser baixada aqui. Edições anteriores também estão disponíveis.

Rapidinhas de horror

Estão disponíveis novas edições dos fanzines de cinema horror Astaroth e Boca do Inferno, publicados por Renato Rosatti.
Astaroth 67 tem quatro páginas e traz um único e longo artigo sobre o clássico do cinema de horror The evil dead.
Boca do Inferno 13, editado em parceria com Marcello Milici, tem duas páginas com artigos sobre os igualmente clássicos filmes A casa dos horrores mortais (1974) e A mosca da cabeça branca (1958).
Ambos têm suas versões impressas distribuídas gratuitamente em eventos, mas cópias em pdf podem ser solicitadas através dos emails marcelomilici@yahoo.com.br e renatorosatti@yahoo.com.br.